Prevenção de Estrias na Gravidez

Junto com a felicidade do teste positivo do Beta Hcg vem um monte de preocupações na cabeça da futura mãe. Desde qual a melhor assistência obstétrica podemos ter, até a necessidade de comprar um apartamento maior, quais livros ler sobre maternidade e até qual o melhor creme para evitar as estrias que são tão comuns na gestação.

É fato que o corpo da grávida vai sofrer alterações físicas e hormonais e o que podemos fazer é receber essas transformações da melhor maneira, ou seja, preparar para elas.

O Que São Estrias

Bom, todo mundo sabe o que são estrias, visualmente falando. Que são aquelas marcas na pele, parecendo arranhões de unhas. Mas, o que causam as estrias? As estrias aparecem em decorrência da ruptura das fibras elásticas (formadas pela elastina e colágeno) que fazem parte de uma das camadas da pele.

As fibras são responsáveis por manter o tônus e a elasticidade da pele e elas se rompem devido ao estiramento acelerado da pele, comum na gravidez ou na adolescência.

Os grupos que não se enquadram nessas duas categorias que têm um aumento do corpo de forma involuntária, deve evitar esse tipo de situação. Além do engordar rapidamente causar estrias o efeito sanfona também contribui para o surgimento delas.

As áreas mais atingidas são seios, barriga, quadris e coxas. Mas outras áreas como braços podem sofrer com o aparecimento das estrias. E embora mulheres sejam as mais atingidas por elas, os homens também não estão salvos.

Dicas para Evitar Estrias na Gravidez

As chances de ter estrias na gravidez chega a 90% das mulheres, pois o aumento de peso durante toda a gestação aumenta muito e rapidamente. Por isso é tão importante se cuidar para evitar que essas marcas indesejáveis deixem uma lembrança não muito agradável do período mais lindo da sua vida.

Para evitar que você perca essas fibras elásticas durante a gravidez existem algumas atitudes simples que você pode tomar para ter um cuidado maior com seu corpo.

Mustela Maternité
Mustela é um dos cremes mais recomendados para evitar estrias na gravidez

Beber água

A primeira e mais antiga dica de beleza é e sempre será ingerir muita água. O corpo é composto de cerca de 60% de água e nos músculos esse percentual chega a 75%, então não é nada clichê lembrar e relembrar sempre da importância de se consumir água. Durante a gravidez além do aumento do peso, há um aumento do volume de sangue também, e o sangue é composto de 90% de água. Então para você beber água que seja suficiente para manter todas as funções e ainda hidratar a pele, é preciso de muitos copos de água durante o dia.

Sempre é dito que um adulto deve tomar aproximadamente de 2 a 3 litros de água por dia, mas a melhor conta é calcular 35ml de água por quilo do seu peso atual. Por exemplo, se você tem 60 quilos, multiplique 60×35 e chegará a 2100 ml. Se no final da sua gestação você já tiver com 72 quilos, você já estará bebendo mais de 2,5 litros de água.

Claro que nem sempre é fácil beber muita água, principalmente para as grávidas no início da gravidez que sentem enjôo até com água, então nesse início a dica é beber água de coco ou água gasosa e até mesmo água gelada que são mais toleráveis quando estamos sentindo náuseas.

Já no final da gravidez a água ingerida significa ida a mais no banheiro, uma vez que a bexiga já está muito comprimida. Mas não resta outra alternativa que fazer várias visitas ao sanitário.

Evitar o Aumento Exagerado de Peso

Não há como gestar um bebê e não aumentar o peso corporal. Mas o fato é que muitas grávidas acabam ganhando quilos extras e esse peso adicional além de poder ser um problema a mais nas limitações da gestante, podem interferir no aumento das estrias.

Geralmente o aumento de peso durante a gestação vai de acordo o seu IMC (índice de massa corporal) antes de engravidar. E cada gestante terá um limite diferenciado dentro do considerado desejável. Quanto mais magra a mulher antes da gestação mais quilos ela pode ganhar.

Mas independente dos quilos extras, toda gestação vai fazer a mulher aumentar o peso somente pela natureza em si da gravidez. Lembrando que só o bebê terá uma média de 3 kg ao nascer, a placenta aproximadamente 700 gramas, os seios chegam a aumentar 400 gramas, o sangue a mais que agora corre pelo seu corpo pode ter mais de 1 kg, o líquido amniótico mais o líquido acumulado no seu corpo podem chegar a um total de 2 kg; e o útero que era tão pequeno antes de engravidar, agora pode chegar a pesar 900 gramas. Além disso, você ganha alguma gordura que será estocada pelo seu organismo a fim de te dar energia para a fase pós parto.

Portanto, o aumento de peso é inevitável, mas você pode se resguardar de um aumento de peso além do necessário, para que sua pele não sinta esse estiramento repentino.

Hidratar a Pele com Cremes e Óleos

Hidratar a pele com hidratantes específicos para estrias e indicados para o uso em gestantes é muito importante para deixar a pele hidrata e mais elástica, evitando assim a formação de estrias. Os cremes devem hidratar profundamente e não podem ter em sua composição a Ureia que pode trazer prejuízos na formação do bebê. Os hidratantes devem conter especialmente Vitamina E.

Os melhores cremes e mais recomendados para prevenir as estrias nessa fase da vida são normalmente: Mustela, Materskin, Luciara, Umiditá, Bepantol Mamy e Cocoa Butter da Palmer’s. E os óleos mais recomendados são o Bio Oil, óleo para estrias da Weleda e o óleo da Clarins. Outros óleos, como os óleos de amêndoas comuns não são recomendados, pois eles apenas agem como um filme protetor evitando a perda de líquido, mas não hidratam a pele.

Lembrando que os cremes e óleos devam ser usados nas áreas propícias à formação de estrias, mas com cuidado para que não seja atingido o mamilo, aréola e bico do seios.

1 comentário
  1. Outra dica também é tomar colageno!

Deixe uma resposta para Alice Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *